Home

Convidei a talentosa Monique Maion para um bate papo. Considerada a “Nova voz paulistana” pela Revista Rolling Stone , “Tom waits brasileira” pelos blogs e “Espirito livre” pelo Der Bund (jornal  Suiço). Em 2008, o produtor da Abrafin André Pomba a elegeu “ARTISTA REVELAÇÃO” E “MELHOR SHOW NACIONAL”.Em seu projeto solo MonMaion mostra sua influencias ” jazzisticas” , mas em seus outros projetos ela mostra muito mais o que sabe fazer de melhor que é cantar. Com shows marcados no PLANETA TERRA, STUDIO SP, BUCHANAN’S LOUNGE, e OUT’S, MonMaion arrumou um tempinho para falar um pouco sobre tudo.  myspace.com/monmaion

Quais são os projetos que você esta envolvida atualmente?

Resumindo tenho 4 bandas.

Meu projeto solo que leva meu nome, Sunset, Die Katzen e EX!

Meu projeto solo, assim se chama só porque tem meu nome, mas hoje na verdade é uma banda que participa do processo criativo e tudo mais.

Finalmente estou acompanhada de uma banda fantástica. Demorei um tempão para conseguir reunir músicos incríveis e também “gente fina”.

Tem muito músico espetacular que é intragável, principalmente no meio jazzístico.

Sofri muito com alguns músicos que tocavam comigo no início da minha carreira.

Eles não tinham a alma e pegada “rock’n’roll”, de banda mesmo, só a postura de músico contratado metido a virtuoso.

Isso me cansou e me frustou tanto que quando achei a “tchurma”, OMG, montei muuuuitas bandas hahahah. Me enfiei em tudo.

Conheci o Gustavo Garde quando abri um show do Seychelles em janeiro de 2008. Lá surgiu minha segunda banda, ou melhor, dupla – SUNSET (www.myspace.com/7sunset)

O Gustavo virou amigo do coração e assim fui conhecendo os músicos da galera que formam um combo de bandas gigantesco – Seychelles, Mamma Cadela, Ludov, Sala do Aborto, Heroes, I Love Amy, Liga Leve, Numismata, ainda tem mais…..
Em dezembro do ano passado, um pouco antes de embarcar para Europa, me tranquei junto com os locos Renato Cortez (Seychelles) e Ismael Sedeski (Mamma Cadela) e piramos. Toda essa piração do submundo, sarcastico, erótico, imprevisivel e auto-sustentável é o Die Katzen. Nunca fizemos show. Lançamos a música na internet e está lá (www.myspace.com/dktzn)

Como e quando surgiu a idéia de montar o projeto EX!?

Esse projeto iniciou no final do ano passado com o Pablo Fantoni (bateria) e Marcelo Souss (Moogs e Synths) que chamaram o Arthur Joly (Recohead) para produzir. O Arthur, aka Joly Man do desenho da MTV,
me convidou em fevereiro desse ano para ser cantora e o Renato Cortez, baixista. O lance deu tão certo e foi tão legal que o Arthur também assumiu o posto de guitarrista da banda.

Quais são suas principais influências e do  EX!?

Cada um da banda tem a sua… vou falar por mim.
Devo, Kraftwerk, Yeah Yeah Yeahs, PJ Harvey, Beastie Boys, Peaches, Beck, Blur.. tem essa pegada.
Eu tenho minhas influencias inerentes que tb dá para perceber, Tom Waits e Portishead são as mais obvias.

Como é o processo de composição das músicas?

Cada banda de um jeito bem peculiar.
A EX funciona assim:
Eu faço as letras e melodias da maioria. Algumas eu componho a música inteira e vou até o estúdio do Arthur e ele faz os arranjos e tudo mais. Tem várias músicas que o Joly fez as bases e me enviou sem voz e eu componho em cima.
O Renato Cortez, aka Argentino, fez a base de Amy Jane e eu criei a letra encima da melodia dele.
Varia, mas uma coisa com certeza…. escrevi muita música em 2009. Até me assustei.

Como vocês definem o estilo de música que fazem (Sua e do EX!)?

Eu não defino nada…. senão eu me definho
Tem bastante gente para fazer isso.

Qual a principal dificuldade de se ter uma banda independente?

Dinheiro e estrutura. Respeito é uma coisa do ser humano mesmo, independente de ser mainstream ou não. Dinheiro, estrutura e planejamento são coisas do mercado que o independente sofre. Por 2 motivos basicamente: 1. são poucas as casas que tem estrutura e noção do que é um cachê mínimo tendo em vista os custos mínimos para a produção de um show independente, 2. as bandas independentes também não cobram e muitas vezes entramos em roubada por falta de negociação….
esse ciclo

O que vocês tem escutado atualmente?

Atualmente só isso Clutchy Hopkins Meets Lord Kenjamin
Apaixonada.
Mas escuto muita coisa todos os dias… estou há 1 mês viciada nesse ultimo do Clutchy.

Vocês consideram o Myspace hoje uma das principais e mais acessíveis forma de divulgação para músicos independentes?

Ha uns 2 ou 3 anos atrás, sim. Hoje para mim é o combo Facebook+Twitter+Myspace , mas o músico independente também precisa muito da divulgação além da cibernética e como não temos um puto para pagar assessoria de imprensa, vivemos de contatos.

Quais são os próximos planos da banda ou solo?

Agora é o Planeta Terra que estou mega ansiosa. Terá um show de lançamento da EX no STUDIO SP na quarta-feira 28. Depois tenho alguns shows até o final do ano.
Planos de embarcar em breve para Europa para o tour da Lola e quem sabe mais alguma banda do cardápio, neh? Seria lindo.

AGENDA
28/10 – EX @ STUDIO SP
07/11 – EX@ PLANETA TERRA
20/11 -MONIQUE MAION @ BUCHANAN’S LOUNGE
27/11 – MONIQUE MAION @ BUCHANAN’S LOUNGE
11/12 – MONIQUE MAION @ OUTS

Outras datas e atualizações no www.myspace.com/monmaion

CD camisetas etc .
Anúncios

2 pensamentos em “Monique Maion e o projeto EX!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s